“Célebro”

Se eu pudesse, refaria a nossa linguagem. Escreveria “cérebro” com um “L” mesmo. Célebro! E justificaria etimologicamente, afirmando que a palavra “célebre” compartilha da mesma

TOQUE

Você escreve como se brincasse com as frases, palavras, letras… Mostrando-me um mundo realmente encantado… O mundo da ilusão, da magia onde os sentimentos são

Oceano

Sempre mergulhava de cabeça. Principalmente em mares desconhecidos. Me deixava seduzir pela beleza das praias, pelo encanto de suas águas, principalmente quando elas pareciam serenas.